CASAMENTO DEPENDE DE AMOR E AMIZADE

20140117-084549.jpgAMIZADE + AMOR = CASAMENTO

Efésios 3:14–17

A boa amizade entre os casais não deveria ser tumultuada para adoecer e se romper, mas deveria ser preservada como algo da mais alta valia, nesta vida com reflexos na eternidade.

O casamento deveria ser um porto seguro, onde não somos rotulados ao mostrar quem somos de verdade – ajuda sim, condenação não.

O casamento deveria ser promotor de nosso bem-estar, nos fazendo sentir confortáveis;

O casamento deveria ser único quando o que mais precisamos é de um ombro amigo.

O casamento revela perfeitamente quem somos, mas somos aceitos sem restrições;

O casamento deveria tornar nossa vida mais relevante.

O verdadeiro amor possui suas qualificações medidas e amparadas pela cruz – onde se doa, apesar do alto custo.

Não amar e não ser amado constitui uma doença grave e promotora de angústias e tragédias.

Pessoas que são incapazes de dar e receber amor constituem em pessoas mal-humoradas, que precisam de tratamento a fim de não sucumbirem de vez no divórcio.

O amor é algo totalmente individual e voluntário – impossível obrigar ou ameaçar alguém para nos amar.

O amor opera em valor do bem-estar alheio; interessa-se pelo bem do outro.

O amor é regulador de nossa vida em relação ao próximo – nosso cônjuge.

Somos advertidos a alimentar o amor com gestos de sabedoria – acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros.

Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos… aquele que não ama permanece na morte. Muitos casamentos estão numa sala onde são velados e apenas produzindo tristeza e choro. Falta amor – amor é vida.

Os ingredientes do amor estão dentro de um todo e não numa lista da qual escolhemos alguns itens que nos agradam. Temos que nos apropriar do pacote completo.

O amor é paciente, benigno, generoso, humilde, cortês, altruísta, bem-humorado, sem astúcia e sincero.

O amor possui um referencial nobre, Jesus. Tendo amado os que estavam com ele no mundo, amou-os até o fim. Jesus mostrou que o amor nos leva às últimas consequências em prol de quem amamos.

O amor é a resposta que soluciona os conflitos do nosso relacionamento. O amor é o tempo perfeito da vida. O amor é mais forte que a doença, mais forte que a pobreza. O amor é uma semente que nos garante um grande momento e uma grande estabilidade futura.

O amor jamais acaba, 1Co 13:8. Tudo que lutamos para adquirir: casa, carro, imóveis, móveis e outras tantas coisas deixará de existir, mas o amor permanece. Tudo que temos em abundância desaparecerá. Tudo o que construímos deixará de existir, mas tudo que é investido no amor nos promoverá eternamente.

Por causada sua extensão de existência o amor é superior a fé e a esperança. Sem amor nada do que fazemos ou somos possui significado, 1Co 13:3.

O amor deve ser o coordenador de nosso relacionamento. Amar não é manipular nosso cônjuge, não é decidir a sua conduta e comportamento, amar é dar-se em prol do outro, Jo 3:16.

O amor permite que lutemos e enfrentemos dificuldades sem abandonar o propósito de continuar unidos – até que a morte nos separe.

Eu te amo. Uma frase curta que gostamos de ouvir, mas que ao dizê-las precisamos grafá-las em letras de ouro em nossos corações, devido ao seu imensurável significado.

O maior motivador de nossos relacionamentos é o amor. Não é porque amamos que tudo será mar de rosas. Teremos dias difíceis, mas o amor será o combustível que nos manterá firmes em nossa caminhada. Ame em qualquer circunstância. Conservemos-nos inabaláveis no amor.

O amor expressa respeito e afeto. O amor nos leva a dar atenção e termos em alta estima aquele a quem amamos. O amor é realizador, empreendedor e dinâmico.

Não amemos de palavras, nem de língua, mas de fato e de verdade. Quem vive no amor alcança e partilha a felicidade.

Pastor Wanderley da Silva

Deixe uma resposta