Ensino com propósito

Estudar as Escrituras Sagradas é minha paixão. Ensinar é meu desafio, uma vez que representa mais do que pregar. Muitas vezes, o resultado de uma pregação está na eloquência do pregador, mas ensinar é mais do que isso, transmitir conteúdo gerador de vida, bem como, trazer luz ao obscuro e direção ao caminhar existencial.

O meu propósito quando ministro é apresentar algo que seja útil para aqueles que desejam aprender mais das Sagradas Escrituras. A Palavra de Deus é simples, mas se existem complicações estas devem ser atribuídas ao homem, que sempre quer saber mais do que seus colegas.

Conta-se que uma menina brincava enquanto sua mãe discutia com outra mulher a respeito de um texto da Bíblia. Uma dizia que o texto queria dizer uma coisa, a outra não concordava. A menina, que a tudo prestava atenção, resolveu interromper a discussão, pôs-se em pé e falou: “mãe, se Deus não quis dizer o que está escrito aí, por que, então, Ele não disse logo o que queria?” Cornélio Hegeman declarou: “Os erros não estão na Bíblia, mas nas nossas intenções”.

Acredito que podemos observar algumas regras simples que já estão estabelecidas, mas sabemos que a dedicação e o constante contato com o texto nos trará iluminação para nosso bem estar espiritual, emocional e material.

Deixe um comentário