Cuidado com o esfriamento espiritual

O diabo quer esfriar seu relacionamento com Deus

Mateus 24:12-13

Jesus chamou a atenção dos seus discípulos para manterem uma vida de vigilância. Estejam sempre alertas. Em outras palavras: não sejam bobos, sejam espertos! Pedro disse “O diabo, vosso adversário, anda em derredor de vós, buscando alguém para tragar” (1Pe 5:8).
O texto básico diz que o amor se esfriará devido às iniquidades se multiplicar, mas também fala que os que perseverarem serão salvos. Os perseverantes, que são salvos, não se deixaram esfriar.
Para que consiga esfriar o cristão espiritualmente, Satanás procura afastá-lo dos compromissos com Deus através de fatos aparentemente normais – isso vai esfriando seu amor, até ao ponto de, quando se dá conta, está desviado, cheio de desculpas, tais como: falta de tempo, está dando mais tempo a família, muito trabalho, etc.
O inimigo quer fazer com que o cristão comece a deixar de agradar a Deus e de fazer a sua vontade – focando em coisas, até legítimas, mas que poderiam ser programadas com um pouco de disciplina. “Como uma cidade destruída é o homem (a mulher) que não possui domínio próprio” (Pv 25:28). Ou seja, pessoa desorganizada, sem disciplina.
Jesus advertiu: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o reino de Deus e sua justiça e as demais coisas serão acrescentadas” (Mt 6:33).
O escritor aos Hebreus também exortou: “Não deixemos de congregar como é costumes de alguns” (Hb 10:25).
A Bíblia chama os cristãos de justos, mas esses devem viver pela fé, caso recuem da sua posição espiritual, Deus se entristece com eles: “O meu justo viverá da fé, mas se ele recuar (voltar, abandonar, desistir) a minha alma não tem mais prazer nele” (Hb 10:38).
Satanás sabe que, se conseguir levar o cristão a priorizar outras coisas – lazer, jogos, família, necessidades, desejos, empregos – conquistará espaço e, a partir daí, começará a controlar a vida dessa pessoa. Somos advertidos: “Não deis lugar ao diabo” (Ef 4;27). Não podemos permitir que o diabo venha nos enganar, não podemos ser ignorantes quanto às suas artimanhas: “Se perdoardes alguma coisa a alguém, também eu perdôo; e aquilo que perdoei, se é que havia alguma falta a ser perdoada, perdoei na presença de Cristo, por amor de vós, a fim de que Satanás não tivesse qualquer vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas artimanhas” (2Co 2:10-11).
Jesus falou que quando uma pessoa é liberta, mas não cuida de manter sua vida em ordem, o inimigo virá com mais sete espíritos piores e o estado da pessoa fica oito vezes pior do que era, Mt 12:43-45.
O nosso amor a Deus deve estar em primeiro lugar. Ame a Deus sobre todas as coisas, ame o próximo como a ti mesmo – Jesus disse que aqui está resumida toda a Lei.

Deixe um comentário