COMO RESGATAR A VERDADEIRA IDENTIDADE CRISTÃ

Ap 3:14-22 (18)

INTRODUÇÃO: Você consegue ouvir a voz de Jesus a lhe chamar? Pare, reflita e atenda quando Ele fala. Ele nos ama? Mas muitos estão evitando um encontro com Ele. A nossa demora é que nos faz perplexos e confusos. Muitos têm vivido aflito (desassossegado, inquieto), porque tem negligenciado as horas de oração e de comunhão com Deus.
Não é difícil achar o caminho da paz quando se está preparado a pagar o preço para se andar nele. Agora, apenas com o auxílio de Deus, a estrada se abre, livremente diante de nós:
“Por breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias torno a acolher-te; num ímpeto de indignação, escondi de ti a minha face por um momento; mas com misericórdia eterna me compadeço de ti, diz o Senhor, o teu Redentor… Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão removidos; mas a minha misericórdia não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não será removida, diz o Senhor, que se compadece de ti” (Isaías 54:7-10, BEARA).

TRANSIÇÃO: O texto básico mostra-nos o triste quadro de uma igreja em decadência. Este fato se aplica àqueles que estão vivendo uma vida totalmente destituída da aliança fiel com Jesus. O que vemos é que Jesus ama essas pessoas e lhes dá um conselho: compre de mim ouro puro (que fala da verdadeira riqueza) e colírio para os olhos (restabelecimento da visão cristã). Ele não desiste de nós, mesmo estando em uma vida de pecado, distante do seu propósito Ele continua batendo à porta do nosso coração. O que devemos fazer para resgatar a identidade cristã?

I – RECONHECER QUE PERDEU
“Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas” (Apocalipse 2:5, BEARA)
O primeiro passo que você dá para sua restauração é perceber e sentir a sua pobreza espiritual. O pobre de espírito não mede o valor da vida por possessões terrenas, que se podem perder da noite para o dia, mas em termos de realidades eternas, que duram para sempre. Sábio é quem abertamente confessa sua falta de riqueza espiritual e de humildade de coração, e clama: “O’ Deus, tem misericórdia de mim, pobre pecador”
Na economia de Deus, o esvaziar vem antes do encher, a confissão de pecado antes do perdão e a pobreza vem antes das riquezas.
O filho pródigo, num estado de decadência, afirmou: “quantos empregados de meu pai têm pão em abundância e eu aqui padeço de fome”
“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração. Afligi-vos, lamentai e chorai. Converta-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria, em tristeza. Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará” (Tiago 4:8-10, BEARA).

II – LUTAR INTENSAMENTE PARA REAVÊ-LA
O filho pródigo permitiu a luz do bom senso brilhar em sua mente: “levantar-me-ei e irei ter com o meu pai…”
A Palavra de Deus diz a Seus filhos necessitados: “Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna” (Hebreus 4:16). Deus tem plena consciência de que dependemos dEle nas necessidades de nossa vida. Por essa razão, Ele disse: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Mateus 7:7).
A Bíblia diz: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério da presença do Senhor” (Atos 3:19). A sua parte é arrepender-se. E Deus realizará a conversão, a transformação e lhe dará perdão.
Deus te diz hoje: o arrependimento ativa a minha graça – Dá-me tudo: teu corpo, tua mente e teu espírito. Não deixes nada em separado para ti. Fala Comigo muitas e demoradas vezes. Quanto mais o fizeres, mais Eu te ajudarei. A total confissão trará o perdão total. A genuína humildade abre as portas da misericórdia divina. O arrependimento sincero ativa a Minha graça, 1João 1:9-10.
Não é fácil quebrar a sua vontade deformada e teimosa; mas, uma vez feito isso, será como fazer voltar ao seu devido lugar uma vértebra que estava deslocada. Em vez da pressão e tensão de uma vida em desarmonia com Deus, agora virá a serena paz da reconciliação com Ele.

III – TOMAR POSSE E REDOBRAR A VIGILÂNCIA
O pai do filho pródigo o recebeu sem nenhum preconceito e tinha tudo preparado para honrá-lo novamente.
“E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou. E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. O pai, porém, disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés; trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se” (Lucas 15:20-24, BEARA).
Muitos de nós somos como aquele homem do oeste que tinha quintal de ferro velho. Trabalhou ali bastante tempo, comprando e vendendo velhas sucatas que ajuntava nos subúrbios da cidade. Certo dia, porém, descobriu que naquele quintal havia um veio de petróleo. Empreitou uma turma de perfuração, e logo o ouro negro jorrou em abundância do seio da terra. O seu depósito de ferro velho se transformou numa verdadeira mina de riqueza que não conheceu limites.
Talvez você tenha deixado de lado os dons divinos, hoje Deus vai reavê-los. Tome posse das riquezas que Deus tem para você. Não importa o tempo das velharias e da sequidão – Deus vai tornar tudo novo na sua vida. Do seu interior vai fluir rios de águas vivas.
O cristão deve manter-se vigilante contra inimigos astutos e implacáveis. Para tanto, tem necessidade de munir-se (abastecer-se de munições) com as poderosas armas da oração e da Palavra. Faz-se mister que o Espírito Santo de Deus o possua, imunizando-o contra as enfermidades contagiosas e fatais, oriundas de uma época corrompida.
Eis que o Senhor diz: “TENS ESTADO COMO A PLANTINHA VERDE. AGORA QUERO QUE BROTEM FLORES NA TUA VIDA!”.

CONCLUSÃO: Todas as espécies de artifícios procurarão se colocar diante de ti para destruir o teu equilíbrio espiritual. O poder irradiante do Espírito Santo dentro de tua alma está sempre procurando atrair-te para conservar em ti a perfeita forma divina. Que não haja resistência de tua parte. Antes resiste a atração das forças exteriores, QUE SÃO O MUNDO, A CARNE E O DIABO.
É exclusivamente o Espírito de Deus – e ninguém mais debaixo do sol – que pode preservar a tua alma e colocar na tua vida o selo da pureza e a expressão da graça. Gálatas 5:16-25.

Palestra ministrada no SAT Presbiterial em Araranguá.
Pr. Wanderley da Silva – 21/09/2007

Deixe um comentário